Misericórdia de Barcelos valoriza capital cultural

Programa comemorativo do 519.º aniversário prosseguiu, esta sexta-feira, com visita guiada ao Núcleo Museológico e aos espaços antigos

A Santa Casa da Misericórdia de Barcelos esteve, esta sexta-feira, de portas abertas. Fruto da atividade diária ao longo de cinco séculos, a Santa Casa de Barcelos reuniu um importante e singular acervo artístico – de exemplares de arte religiosa a retratos de vários benfeitores da Misericórdia, resultado de legados – e uma das mais antigas coleções de documentos, herdada de sucessivos períodos da História.

“A nossa Casa tem uma História muito longa e é preciso que os barcelenses a conheçam. Daí, nas comemorações do nosso 519.º aniversário, termos previsto realizar um dia aberto à comunidade”, explicou a vice-provedora da Misericórdia de Barcelos, Manuela Dantas. “Os barcelenses não conhecem os nossos espaços antigos e, hoje, muitas pessoas manifestaram o contentamento por poderem ver e conhecer tudo aquilo que nós temos e que ajuda a contar uma História vivida ao longo dos últimos 519 anos”, acrescentou a vice-provedora.

Ao longo de cinco séculos, a Misericórdia de Barcelos tem preservado e valorizado o património documental, religioso e artístico da instituição, sobretudo pela História que nos lega e pelas memórias que preserva e projeta para o futuro.

Ao longo do dia, decorreram várias visitas guiadas ao Núcleo Museológico e aos espaços antigos da Misericórdia de Barcelos. Em exposição, estiveram ainda quadros com representação de cada uma das 14 Obras de Misericórdia, construídos pelas crianças que frequentam os equipamentos da Santa Casa de Barcelos.

ÁLBUM DE FOTOS

 

 


SCM Barcelos, 31 MAIO 2019

Notícias