restauro-mais-profundo-da-igreja-da-misericordia

Restauro mais profundo da Igreja da Misericórdia

Avançar da obra deixou a descoberto património em deterioração, além do que já era previsto

A necessidade de procedermos a obras de reabilitação da Igreja da Misericórdia – sob pena de custos ainda superiores no futuro ou mesmo danos irreparáveis – obrigaram ao encerramento temporário do templo.

No decorrer do restauro, acompanhado por pessoas ligadas à Arquidiocese de Braga e à Universidade do Minho, constatou-se que a intervenção não se poderia limitar ao telhado da Igreja e aos trabalhos em toda a Capela-Mor, dado que o avançar da obra deixou a descoberto património em deterioração, além do que já era previsto.

Assim sendo, também o Altar de Santo António, o Altar de Nossa Senhora da Conceição, o Altar do Senhor da Cana Verde, as sanefas bem como as molduras e pinturas da Igreja serão beneficiadas com trabalhos de restauro.

Esperamos retomar as celebrações litúrgicas em data a anunciar, provavelmente no final do mês de outubro. Lamentamos o incómodo aos fiéis da nossa Igreja, mas é nosso dever assegurar a conservação e valorização do Património. Estamos esperançados de, muito em breve, poder oferecer à Comunidade melhores condições para o Culto.

 

Alteração do dia e local das Eucaristias

Entretanto, as intenções de missa pelos vossos entes queridos – reservadas para a Igreja da Misericórdia, até 22 de outubro, inclusive – serão celebradas nas missas vespertinas de sábado, na Capela do Lar Nossa Senhora da Misericórdia, no horário habitual (15h00).


SCM Barcelos, 30 AGOSTO 2019

Notícias