Notícias

13 Dez
jovens-de-diferentes-nacionalidades-fazem-voluntariado-na-scmb

Jovens de diferentes nacionalidades fazem voluntariado na SCMB

Onze jovens de diferentes nacionalidades estiveram na Santa Casa da Misericórdia de Barcelos, para um contacto com o Voluntariado Institucional. Os jovens voluntários, divididos por dois grupos, estiveram no Lar Santo André e no Centro de Dia. Num primeiro momento, colaboraram na dinamização de uma atividade de animação sociocultural. Depois, apoiaram e acompanharam os utentes na refeição. Andrea Giuseppe tem 16 anos, é italiano e, de imediato, empatizou com Emília Durães, do Lar Santo André. "Cheguei mais perto dela e, de repente, logo após eu ter dito ‘Olá’, ela foi tão simpática e amigável comigo, que nos tornamos amigos num segundo. Senti-me como se ela fosse a minha avó”, contou o italiano, no final da atividade. Andrea explicou ainda que veio a Portugal para fazer voluntariado porque gosta de ajudar e gosta de se “desafiar e viver novas experiências”. E, completou, “é importante ser voluntário com pessoas idosas, porque podemos sempre aprender com a experiência delas e elas, muitas vezes, precisam de ajuda e cuidados”. No Centro de Dia, esteve Anita Fiore, também de Itália. “Decidi participar nesta atividade, porque acho que realmente é uma boa experiência. É muito bom poder ajudar as pessoas e gosto de fazer voluntariado”, explicou a jovem. “Tem sido ótimo. A atividade que fizemos foi divertida e pudemos ajudar as pessoas idosas”, rematou Anita. Testemunhos de dois dos onze jovens que participaram nesta atividade, como forma de promover a “participação cívica dos jovens do intercâmbio em ações de voluntariado de interesse social e comunitário”. A atividade estava inserida no Hands4You, o mais recente intercâmbio promovido pela SOPRO – Solidariedade e Promoção, no âmbito do Programa Erasmus +, e que envolve mais seis organizações de diferentes países, além de Portugal - Itália, Espanha, Reino Unido e Croácia.        

Ver Mais
05 Dez
misericordia-em-momentos

MISERICÓRDIA EM MOMENTOS

Em novembro, assinala-se o São Martinho. Numa época do ano marcada pela colheita da castanha, elas não faltaram nas festas nas diferentes unidades da Misericórdia de Barcelos. No Lar Rainha D. Leonor (LRDL), a festa foi animada pelo Grupo de Concertinas de Barcelinhos, no Lar Nossa Senhora da Misericórdia (LNSM) aturam os Motocavaquinhos e também no Lar Santo André (LSA) a data foi assinalada. No Infantário Rainha Santa Isabel (IRSI), a manhã do dia de São Martinho foi passada numa atividade intergeracional, com os idosos do Lar Sto. André a partilharem a história de São Martinho. Realizou-se ainda o magusto tradicional e, no final, um almoço com pessoas idosas e crianças. Também a Creche As Formiguinhas, realizou o tradicional magusto, para festejar o São Martinho. Na Unidade de Cuidados Continuados Integrados de Santo António também se celebrou o São Martinho, com o tradicional almoço. O momento contou com a presença do José Miguel, nosso colaborador na área da Musicoterapia, com todos a cantarem músicas tradicionais e alusivas ao dia. Ainda no decorrer do mês de novembro, os utentes do Lar Rainha D. Leonor visitaram a Igreja de Manhente, freguesia que tem como padroeiro São Martinho; e os idosos do Lar Nossa Senhora da Misericórdia visitaram a Capela de São Martinho, em Balugães. Ainda na área das Pessoas Idosas, no dia 20 de novembro, o Instituto Autodidacta de Estudos Superiores do Minho (IAESM) veio atuar para os idosos dos Lares da Misericórdia e Rainha Dona Leonor, com danças e cantares que alegraram todos os nossos idosos. No dia 15 de novembro, comemorou-se o 5.º aniversário da Unidade de Cuidados Continuados Integrados de Santo António e o Grupo de Concertinas de Barcelinhos animou musicalmente este momento. Em novembro, terminou a Campanha de Recolha de Alimentos da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos, promovida pela área de Ação Social e Voluntariado. Ao longo de um mês, entre 16 de outubro e 16 de novembro, foram angariados 595 géneros alimentares, com os quais poderemos apoiar 56 famílias. À semelhança do que aconteceu nos restantes equipamentos, também as crianças que frequentam a nossa Creche Familiar (Amas) assinalaram o Dia do Pijama, a 20 de novembro, data que coincide com o dia em que, em 1989, foi adotada a Convenção Internacional dos Direitos da Criança. No Centro Infantil de Barcelos (CIB), dia 23, realizou-se uma ação de voluntariado, sob o mote “Uma Pi(n)tada de Amor”, para dar uma nova cor ao equipamento.   _______________    - São Martinho no LRDL -     - São Martinho no LNSM -    - São Martinho no IRSI -   - CAF realizou tradicional magusto -   - UCCI celebrou São Martinho -   - Visita do LRDL à Igreja de Manhente -   - Visita do LNSM à Capela de São Martinho (Balugães) -     - IAESM visitou e atuou para os idosos dos Lares da Misericórdia e Rainha Dona Leonor -   - UCCI comemorou 5.º aniversário -   - Perto de 600 géneros alimentares angariados em Campanha de Recolha de Alimentos -   - Crianças da Creche Familiar (Amas) assinalaram o Dia do Pijama, a 20 de novembro -   - No CIB, realizou-se uma ação de voluntariado, sob o mote “Uma Pi(n)tada de Amor” -

Ver Mais
03 Dez
santa-casa-associa-se-a-celebracao-do-dia-do-voluntariado

Santa Casa associa-se à celebração do Dia do Voluntariado

Esta quinta-feira, dia 5 de dezembro, assinala-se o Dia Internacional do Voluntariado. A efeméride foi estabelecida em 1985, pela Assembleia Geral das Nações Unidas, como forma de sensibilizar para o voluntariado e apoiar grupos dedicados a ações voluntárias. Em Barcelos, o Dia Internacional do Voluntariado será assinalado na manhã de quinta-feira, com um percurso pelas ruas da cidade. A Santa Casa da Misericórdia de Barcelos, no âmbito da parceria com o Banco Local de Voluntariado, associa-se a este momento. A concentração dos voluntários está agendada para as 10h15, no Largo da Porta Nova. “Já pensou várias vezes em ser voluntário? Junte-se a nós!”

Ver Mais
03 Dez
lar-santo-andre-17-anos-ao-servico-das-pessoas-idosas

Lar Santo André: 17 anos ao serviço das pessoas idosas

O Lar Santo André festejou, no dia 29 de novembro, 17 anos de existência.  A data foi assinalada com uma missa comemorativa, seguida de um momento de música e poesia pelo Conservatório de Música de Barcelos e pelo Clube de Poesia do Lar Santo André. Os utentes declamaram poemas de Sophia de Mello Breyner, ao som da melodia das guitarras clássicas dos alunos do Conservatório de Música. No final, os utentes vestiram-se a rigor para representar “A vida de Santo André”, perante uma plateia composta por colaboradores, familiares, crianças da instituição, elementos da mesa administrativa e utentes de outros equipamentos desta Santa Casa. Inaugurado em 2002, o Lar Santo André está localizado na Quinta da Ordem. É um equipamento coletivo de alojamento permanente, construído de raiz, com rés do chão e 1.º andar. No espaço exterior, uma faixa ajardinada contorna o edifício.  [ALBUM:22]

Ver Mais
20 Nov
educacao-na-infancia-assinala-dia-nacional-do-pijama

Educação na Infância assinala Dia Nacional do Pijama

A área de Educação na Infância da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos associou-se ao Dia Nacional do Pijama, que se assinala hoje, dia 20 de novembro, data que coincide com o dia em que, em 1989, foi adotada a Convenção Internacional dos Direitos da Criança. O Dia do Pijama, organizado pela associação Mundos de Vida, tem como objetivo reforçar a importância do acolhimento familiar de crianças. Assim, este é "um dia que promove a escola de valores - permite que as crianças aprendam a partilhar e a viver a solidariedade. É também um dia que liga a família e a escola - permite a celebração do valor da familia e a aproximação entre os pais e a escola", lê-se no sítio oficial da associação.  Entre abraços, carinhos e danças, as nossas crianças comemoraram o dia através de atividades lúdicas, educativas e solidárias.  [ALBUM:20]    

Ver Mais
19 Nov
o-pouco-que-se-possa-fazer-pode-ajudar-a-fazer-a-diferenca

"O pouco que se possa fazer pode ajudar a fazer a diferença"

A Santa Casa da Misericórdia de Barcelos apresentou, na sexta-feira, dia 15 de novembro, o resultado do projeto-piloto “Mentes Ativas”. O projeto, direcionado para doentes com demência ou com défice cognitivo de ligeiro a moderado, teve como principal objetivo diminuir os períodos de confusão mental dos utentes com estes diagnósticos, ajudando, assim, a orientar para a realidade. Desenvolvido no Lar Santo André entre janeiro e julho do corrente ano, o projeto “Mentes Ativas” foi implementado pelo Serviço de Psicologia, com o apoio da equipa de auxiliares de geriatria do lar, em várias fases e através de diferentes atividades. “Nós começámos com uma avaliação inicial, que é uma avaliação individual. Aplicámos um instrumento cognitivo a cada um dos utentes participantes e depois, durantes seis meses, fizemos as chamadas atividades de intervenção, que consistiam em sessões de estimulação cognitiva em grupo”, explicou a psicóloga, Sofia Miranda. Além das sessões de estimulação, foram também usadas técnicas e materiais que ajudaram os utentes a orientar-se para a realidade: “Modificámos também o ambiente, com a implementação de sinalética, calendários, relógios e todo um conjunto de materiais que pudessem ajudar estes utentes a orientar-se melhor, quer na pessoa, quer no espaço e no tempo”, acrescentou a psicóloga. O resultado do projeto foi positivo, com o aumento de três pontos no teste cognitivo realizado em julho, “o que nos dá uma indicação que houve uma melhoria em termos de funcionalidade cognitiva no geral”, concluiu.   Mentes Ativas: a realidade das demências   Na conferência, a médica especialista em medicina interna da instituição, Joana Abreu, explicou que “a demência é uma deterioração que o nosso cérebro vai desenvolvendo ao longo do tempo e que nos vai fazer perder funções que tínhamos adquirido”. Apesar de a demência ser “o envelhecimento natural do cérebro” e de não ser possível “prever como este se vai comportar ao longo do tempo”, é possível retardar a doença, explicou a médica, na sua intervenção. O provedor da Misericórdia de Barcelos, Nuno Reis, felicitou o grupou pelo sucesso na implementação deste projeto e enalteceu a importância do trabalho em equipa no cuidado ao utente: “Queremos que os cuidados que prestamos a nível dos nossos lares sejam cuidados personalizados, como se fosse o nosso familiar mais querido a ser tratado por nós e, nessa perspectiva, a preocupação da Mesa Administrativa é criar condições para que o grupo dentro de cada um dos lares funcione melhor”. “É importante que cada um de nós perceba que o pouco que possa fazer pode ajudar a fazer a diferença e, independentemente daquilo que possam ser algumas diferenças que sabemos que existem, há algo que nos une e o que nos une, neste momento, é uma coisa chamada Santa Casa e o serviço que a Santa Casa deve proporcionar àqueles que mais precisam”, concluiu o provedor, Nuno Reis. No final, as colaboradoras que participaram na implementação do projeto receberam um diploma de reconhecimento, perante uma plateia composta por utentes e técnicos da instituição, familiares e elementos da Mesa Administrativa.   [ALBUM:18]

Ver Mais
1
2
3
4