Notícias

23 Fev
santa-casa-desenvolve-trabalho-pedagogico-a-distancia

Santa Casa desenvolve trabalho pedagógico à distância

Com o encerramento das unidades da área de Educação na Infância, por via de um novo confinamento, a equipa de trabalho volta a estimular o ensino à distância. Desta forma, a Misericórdia de Barcelos procura dar continuidade ao trabalho pedagógico, mantendo um contacto permanente com as mais de 400 crianças e respetivas famílias que frequentam as várias respostas da instituição – Creche, Creche Familiar e Pré-Escolar. Semanalmente, os mais pequenos recebem, através do e-mail dos pais, sugestões de algumas atividades, de caráter lúdico, que podem proporcionar momentos divertidos em família.  No Pré-Escolar, são ainda realizadas videoconferências, ao longo da semana, para partilha e atualização de conhecimentos, bem como para incentivo de competências importantes para o desenvolvimento das crianças. A par disso, a equipa de educadoras mantém a disponibilidade para o apoio que seja necessário. Veja as imagens das atividades desenvolvidas pelos mais pequenos.   [ALBUM:139]

Ver Mais
19 Fev
criancas-da-santa-casa-celebram-o-carnaval

Crianças da Santa Casa celebram o Carnaval

O Carnaval é uma das festividades mágicas para as crianças que frequentam as unidades de Educação na Infância da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos. Sejam de Creche, Creche Familiar ou Pré-Escolar, habitualmente, nesta altura, os mais pequenos preparam, com dedicação, o seu disfarce. Podem ser princesas ou palhaços, bombeiros ou polícias, nesta altura, podem ser o que quiserem, entre cor, diversão e brincadeira. Este ano, excecionalmente, não estiveram juntos fisicamente, mas nem por isso deixaram de celebrar a magia do Carnaval. Este ano, cada uma das nossas crianças não desenhou a máscara, na Santa Casa, com a ajuda da educadora ou da auxiliar, não partilhou os marcadores ou lápis de cor com os colegas nem atirou confettis. Mas, no âmbito das atividades que a equipa de Educação na Infância envia semanalmente, as nossas crianças e respetivas famílias foram desafiadas a construir um palhaço para assinalar o Carnaval. Partilhamos alguns dos bonitos e criativos trabalhos que recebemos, bem como outros disfarces de Carnaval. [ALBUM:138]

Ver Mais
19 Fev
no-carnaval-ninguem-leva-a-mal

“No Carnaval, ninguém leva a mal!”

No Carnaval, costuma dizer-se, “ninguém leva a mal!” e, este ano, apesar da moderação necessária, os utentes das Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas (ERPI) – Lar da Misericórdia, Lar Rainha Dona Leonor, Lar Nossa Senhora da Misericórdia, Lar Santo André e Lar do Centro Social Comendadora Maria Eva Nunes Corrêa (Silveiros) – e Unidade de Cuidados Continuados Integrados (UCCI) assinalaram esta época festiva. Vestidos a rigor, os nossos utentes divertiram-se, entre cor, animação e dança.   Começamos na Unidade de Cuidados Continuados Integrados de Santo António, com “Enigma – Adivinha a Palavra”. Propomos, antes de mais: animação! [ALBUM:136] No Lar da Misericórdia e Lar Rainha Dona Leonor, a festa fez-se em torno dos Caminhos de Santiago, com karaoke e aula de dança (orientada por João Capela, à distância, com recursos às tecnologias). [ALBUM:137] No Lar Nossa Senhora da Misericórdia, também houve dança e cantorias, ao som, sobretudo, da concertina e do reco-reco. [ALBUM:134] No Lar de Santo André, a festa decorreu “em alto mar”, com a tripulação animada. [ALBUM:132] Em Silveiros, no Centro Social Comendadora Maria Eva Nunes Corrêa, “Os Descobridores” foi tema que serviu de mote a uma tarde de divertimento. [ALBUM:133]

Ver Mais
15 Fev
benfeitores-em-destaque-inacio-medela

Benfeitores em Destaque | Inácio Medela

Nascido no bairro Bom Jesus, Barcelos, em data incerta, Inácio da Silva Medela era filho legítimo de Pascoal Rodrigues e de Helena Ribeiro. Cedo parte para terras do Brasil, onde se torna num rico homem de negócios «brasileiro», cuja fortuna foi considerada uma das maiores do seu tempo em terras brasileiras, deixando, à sua morte, entre muitas outras coisas, terrenos na baía de Guanabara. Residente na Rua Direita, do Rio de Janeiro, lá casou com Maria de Almeida, de quem vem a enviuvar. Sem filhos, transformou-se num dos maiores benfeitores do seu tempo. Em 18 de agosto de 1724, passa uma procuração para se instituir um coro permanente no templo do Senhor da Cruz da sua terra natal. Inácio Medela, não esquecendo os seus familiares, legou grande parte de sua fortuna a instituições de caridade no Rio de Janeiro e em sua Barcelos natal, nomeadamente à Santa Casa da Misericórdia. Inácio Medela legou grande parte de sua fortuna a instituições, nomeadamente a Santa Casa da Misericórdia de Barcelos   Encontramos ainda referências à sua pessoa em várias diligências de habilitação a familiar do Santo Ofício (Inquisição), entre 1721 e 1731, onde, para além da referência à sua família, havia desconfianças de que era cristão-velho (judeu), mas deixara um legado de uma missa ordinária na Casa da Santa Misericórdia de Barcelos, por ele e por sua mulher. Seria uma pessoa de bons procedimentos, sisudo, prudente e de segredo, que sabia ler e escrever e, além disso, ter-se-ia tornado clérigo pela Ordem Terceira de S. Francisco! Igualmente deixou um importante legado à Santa Casa da Misericórdia de Barcelos, de que temos notícias em dois requerimentos do provedor e Irmãos da Misericórdia da Vila de Barcelos sobre o mesmo, entre 1757 e 1820, em que ficamos  a saber que “desejava beneficiar as suas parentas pobres e órfãs desvalidas (…) para dotes de parentas pobres que quisessem ser religiosas e na falta destas para dotes de casamento e ainda em parte das que não fossem parentes, contratando com a Santa Casa da Misericórdia o ficar responsável pela arrecadação deste rédito anual, administração e satisfação destes legados, segundo a forma por ele prescrita pelo interesse da quarta parte do mesmo rendimento ser a favor da mesma Santa Casa”. Da sua obra de beneficência, temos, no Arquivo Leonor – o arquivo histórico da Misericórdia –, os seguintes registos: Livro de registo de esmolas de Inácio Medela 1746-1843, Livro dos Legados de 1787-1797 e três livros com registos da sua genealogia entre 1746-1797. Retrato de Inácio da Silva Medela, patente na Galeria de Benfeitores da Misericórdia de Barcelos   No seu retrato, patente na Galeria dos Benfeitores, ficou registada a seguinte inscrição: “Ignácio da Silva Medela d’esta Villa bemfeitor e d’esta santa caza, morto em 1746”.

Ver Mais
08 Fev
misericordia-em-momentos

Misericórdia em Momentos

ATIVIDADES DA EDUCAÇÃO NA INFÂNCIA O novo ano iniciou com a comemoração do Dia Mundial da Paz, a 1 de janeiro. A data é assinalada, pelo mundo, desde 1968. Também as crianças que frequentam as unidades da Santa Casa partilharam uma mensagem especial – de paz, solidariedade e compreensão – neste dia. [ALBUM:130] Segundo a tradição, os três Reis Magos seguiram a Estrela e foram até ao Presépio de Belém, para visitar e adorar o Menino Jesus. Para celebrar a data, as nossas crianças não só construíram as suas coroas, como cantaram temas alusivos à época. [ALBUM:128] Ao longo do mês, os mais pequenos realizaram ainda outros trabalhos, relacionados com o Inverno, e protagonizaram vários momentos lúdicos. [ALBUM:129] COMEMORAÇÃO DOS REIS E JANEIRAS NA UCCI Na Unidade de Cuidados Continuados Integrados (UCCI) de Santo António, uma das atividades realizadas, no mês de janeiro, foi a comemoração dos Reis e das Janeiras. [ALBUM:131] VACINAÇÃO CONTRA A COVID-19 No mês de janeiro, aconteceu um “momento muito esperado”, com a administração da vacina contra a COVID-19 a colaboradores e utentes da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos. O processo iniciou-se pelo Lar de Santo André, Lar da Misericórdia, Lar Dona Leonor e Lar do Centro Social Comendadora Maria Eva Nunes Corrêa e UCCI. No Lar Nossa Senhora da Misericórdia, iniciou-se depois, já com o surto de COVID-19 debelado, num momento que aqui partilhamos. [ALBUM:127] CROCHET no CSCMENC No Lar do Centro Social Comendadora Maria Eva Nunes Corrêa (CSCMENC), em Silveiros, a D. Eglantina Calado, nossos seus tempos livres, faz diversos trabalhos manuais. Aqui fica o registo fotográfico do momento em que ofereceu trabalhos em crochet.   DONATIVO PARA AS ERPI O Banco Santander Portugal quis ajudar-nos a aproximar. Com a oferta de tablets para a as nossas estruturas residenciais para pessoas idosas (concretamente, CSCMENC, Lar de Santo André e Lar Nossa Senhora da Misericórdia), ajudaram-nos a melhorar o contacto entre utentes e familiares. [ALBUM:126]

Ver Mais
03 Fev
nota-informativa

Nota Informativa

A Santa Casa da Misericórdia de Barcelos (SCMB) torna público que, das 500 pessoas identificadas como prioritárias para vacinação, constam seis dirigentes ativos da instituição. Trata-se de dirigentes que, pelas suas funções, mantêm uma participação diária na instituição, contactam com utentes e gerem colaboradores das áreas das Pessoas Idosas e Saúde (contemplados nesta fase 1 do Plano de Vacinação contra a COVID-19). Acresce o facto de também eles serem pessoas mais suscetíveis ao risco, pela idade que têm ou por comorbilidades associadas. Sublinhamos que a vacinação destes seis dirigentes ativos da SCMB (de um total de 26 membros dos órgãos sociais) decorreu sem qualquer prejuízo da vacinação, iniciada a 5 de janeiro, de 500 utentes e colaboradores, em cinco Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas e Unidade de Cuidados Continuados Integrados. Todas as pessoas a vacinar integraram listas de prioridade segundo os critérios estabelecidos e foram enviadas previamente às autoridades competentes. O provedor da instituição não integra as listas de prioridade e não recebeu vacina. A Misericórdia de Barcelos está naturalmente ao dispor para qualquer questão que possa vir a ser levantada pela Inspeção-Geral das Atividades em Saúde.

Ver Mais
1
2
3
4