Notícias

04 Jun
momentos-da-misericordia

Momentos da Misericórdia

O mês de maio – na Santa Casa da Misericórdia de Barcelos, como no resto do país – ficou marcado por um regresso à normalidade possível. Reajustando espaços e rotinas e reforçando a higienização, a instituição foi, gradualmente, abrindo unidades operacionais e serviços suspensos por via da pandemia de COVID-19. Em meados do mês, os mais pequenos regressaram à Creche e Creche Familiar, com toda a sua energia, alegria e brincadeira. [ALBUM:78]   Também o Centro de Medicina Física e de Reabilitação abriu, de novo, portas ao público, para continuar a cuidar de quem mais precisa. [ALBUM:77]   Entretanto, nos nossos lares, foi assinalado o Dia da Mãe. [ALBUM:80]   E, em pleno mês de maio, mês de Maria, Mãe de Misericórdia, os nossos utentes não deixaram de lhe prestar homenagem. [ALBUM:81]   O isolamento físico de que tanto se fala não nos impede de aproveitar o melhor que a natureza coloca à nossa disposição. Por isso, nos dias de bom tempo, os nossos utentes dos lares e da Unidade de Cuidados Continuados Integrados (UCCI) de Santo António aproveitaram para apanhar sol e fazer fisioterapia e outras atividades ao ar livre. [ALBUM:79]

Ver Mais
19 Mai
tranquilidade-e-confianca-no-regresso-das-criancas-a-creche

Tranquilidade e confiança no regresso das crianças à creche

A cor, a alegria, os sorrisos e a brincadeira voltaram às unidades de Educação na Infância da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos. Depois de alguns dias de preparação, “para ajustar espaços e rotinas a uma realidade nova e com outra exigência”, todas as nossas creches e a creche familiar (amas) retomaram a atividade. “Acredito que está a ser mais fácil do que aquilo que estávamos a prever. Os meninos e os pais chegaram até nós a confiar que realmente tudo iremos fazer para minimizar qualquer risco”, sublinha a coordenadora da área de Educação na Infância, Cláudia Faria. É o regresso a uma normalidade possível, em segurança, e com a preocupação de manter rotinas saudáveis. E, também por isso, com procedimentos bem definidos: “No início da manhã, já com horários pré-estabelecidos, os pais dirigem-se ao equipamento, entregam-nos a criança, fazemos a medição da temperatura da criança, deixam-nos o chamado ‘material sujo’, que é o calçado ou algum material que realmente possa ser necessário, que fica num espaço destinado a esse efeito. Passamos para a desinfeção das mãos da criança, calçamos-lhe um calçado usado unicamente na creche e entramos nos espaços limpos”. E é aí, nesta Casa que é também de cada um, que os meninos da creche voltam aos momentos de brincadeira e de aprendizagem conjunta. A coordenadora da área de Educação na Infância sublinha ainda o esforço dos pais para que as crianças estejam na creche “o estritamente necessário". “Tentamos criar uma rotina que seja saudável, em termos de momentos mais ativos e mais relaxantes, dentro das necessidades destas faixas etárias”, sublinha a educadora de infância. Em termos de refeições, neste momento, ainda não é necessário fazer desfasamento de grupos, porque “o refeitório é suficientemente grande para que as crianças possam almoçar todas ao mesmo tempo, em segurança e com o devido distanciamento”. Também as sestas estão a acontecer com a normalidade e com o distanciamento que é pedido. [ALBUM:78]  

Ver Mais
18 Mai
centro-de-medicina-fisica-e-de-reabilitacao-ja-reabriu-portas

Centro de Medicina Física e de Reabilitação já reabriu portas

Depois do encerramento, no último mês e meio, o Centro de Medicina Física e de Reabilitação (CMFR) da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos reabriu, esta segunda-feira, portas ao público, para continuar a cuidar de quem mais precisa. Por força do plano de contingência devido à COVID-19, o espaço esteve provisoriamente encerrado. O período de tempo foi aproveitado para a execução de algumas obras, de modo a melhorar as condições em que servimos quem nos procura. Agora, à chegada ao CMFR, é feita uma triagem, com medição da temperatura. Também os circuitos estão definidos de modo a cumprir todas as normas de segurança e orientações das entidades oficiais. A par disso, verifica-se um reforço no que respeita à limpeza e desinfeção dos espaços e materiais. Saiba mais sobre consultas, serviços e tratamentos complementares em www.misericordiabarcelos.org. [ALBUM:77] Apelamos a cada um dos nossos utentes para que seja agente de saúde pública: siga os circuitos indicados, use máscara, higienize as mãos, cumpra o distanciamento físico e adote medidas de etiqueta respiratória.

Ver Mais
04 Mai
misericordia-em-momentos

Misericórdia em Momentos

As circunstâncias e implicações em torno da pandemia de COVID-19 forçaram uma adaptação das respostas da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos e levaram à suspensão de diversas atividades e iniciativas, entre elas, as do programa comemorativo do 520.º aniversário da instituição. Ainda assim, a Semana Santa, que precedeu o Domingo de Páscoa, foi vivida de forma simples e simbólica em cada um dos nossos Lares e na Unidade de Cuidados Continuados Integrados de Santo António. [ALBUM:72]   Também neste mês de abril, dia 7, assinalou-se o Dia Mundial da Saúde. Mas, na Unidade de Cuidados Continuados Integrados de Santo António, todos os dias são dias da Saúde e de cuidar de quem mais precisa. Diariamente, os nossos profissionais assumem o compromisso e, com o mais sentido espírito de Missão, tudo fazem para que seja possível prestar os melhores cuidados aos 55 utentes da Unidade.   Fisicamente longe de familiares e amigos, as pessoas idosas e doentes da Misericórdia de Barcelos contaram com o apoio, carinho e boa disposição dos colaboradores da instituição que lhes prestam cuidados. Recorde aqui algumas imagens do último mês. [ALBUM:71]  

Ver Mais
03 Mai
colaboradores-da-santa-casa-com-resultado-negativo-a-covid-19

Colaboradores da Santa Casa com resultado negativo à COVID-19

Todos os testes efetuados a 300 colaboradores da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos deram resultado negativo quanto ao vírus SARS-CoV-2. Os resultados representam um “retrato” do momento e atestam, até agora, “o sentido de responsabilidade e espírito de missão, quer no local de trabalho, quer fora dele”, conforme afirmou, em mensagem enviada aos colaboradores, o provedor da instituição, Nuno Reis, agradecendo a cada um o seu contributo “para melhor salvaguardarmos quem mais precisa”. As recolhas de amostras foram feitas por técnicos do Agrupamento de Centros de Saúde Cávado III, ficando o processamento laboratorial a cargo da Escola de Saúde da Universidade do Minho e do Hospital S. João. Também os colaboradores de outras quatro instituições barcelenses de solidariedade social realizaram testes de despiste no Infantário Rainha Santa Isabel (SCMB). A estratégia de se iniciar o rastreio de SARS-CoV-2 pelos colaboradores das estruturas residenciais para pessoas idosas e das unidades de cuidados continuados integrados segue a recomendação da Direção-Geral da Saúde, como forma de assegurar que todos se encontram em plenas condições de saúde e segurança para melhor servir as pessoas idosas e doentes. O financiamento deste programa nacional será assegurado pelo Ministério da Saúde e pelo Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.   Santa Casa prepara reabertura gradual de unidades e serviços entretanto suspensos Na mesma mensagem aos colaboradores, o provedor da Santa Casa, Nuno Reis, alerta que só se poderá pensar num “regresso a alguma normalidade quando existir uma vacina eficaz ou, pelo menos, medicamentos que permitam mitigar os efeitos da Covid-19". "Não podemos, pois, ficar agora relaxados quanto ao rumo a seguir e à atitude cautelosa e vigilante que esta terrível doença nos exige”, sublinha. Gradualmente, a instituição prepara a reabertura das unidades operacionais entretanto encerradas (Creche, Creche Familiar, Pré-Escolar, Centro de Dia, Centro de Formação, Centro de Medicina Física e de Reabilitação, Igreja da Misericórdia e Capelas), conciliando o foco e preocupação diária com os utentes dos Lares, Unidade de Cuidados Continuados Integrados e Serviço de Apoio Domiciliário. Assim, “o esforço que temos pela frente é desafiante”, conclui o provedor da Misericórdia de Barcelos.

Ver Mais
30 Abr
campanha-sobre-o-impacto-da-covid-19-na-scmb-e-colaboradores

Campanha sobre o impacto da COVID-19 na SCMB e colaboradores

O período que vivemos, com a pandemia da COVID-19, tem criado um grande impacto na Instituição, na vida dos nossos utentes (crianças, idosos e pessoas doentes), mas também na dos colaboradores, que, face a várias medidas de contingência implementadas, se veem perante novas rotinas e novos horários. Assim, o Serviço de Psicologia da Misericórdia de Barcelos reforçou o apoio aos colaboradores, que, na linha da frente, a Ser e Fazer Misericórdia, se mantêm determinados a Cuidar, Acarinhar e Servir. Neste sentido, além dos acompanhamentos individuais, está a ser promovida uma campanha de sensibilização dirigida aos colaboradores da área das Pessoas Idosas e da Unidade de Cuidados Continuados Integrados de Santo António. “Esta campanha tem como objetivos a gestão de stress de colaboradores neste período; promover a motivação perante situações de mudança constante; reconhecer e sublinhar a importância do papel de cada um na prevenção do aparecimento de casos; diminuir a sobrecarga emocional associada ao surto e ainda ensinar estratégias de relaxamento”, conforme explica Sofia Miranda, psicóloga da Santa Casa. [ALBUM:70]

Ver Mais
1
2
3
4