Notícias

20 Nov
educacao-na-infancia-assinala-dia-nacional-do-pijama

Educação na Infância assinala Dia Nacional do Pijama

A área de Educação na Infância da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos associou-se ao Dia Nacional do Pijama, que se assinala hoje, dia 20 de novembro, data que coincide com o dia em que, em 1989, foi adotada a Convenção Internacional dos Direitos da Criança. O Dia do Pijama, organizado pela associação Mundos de Vida, tem como objetivo reforçar a importância do acolhimento familiar de crianças. Assim, este é "um dia que promove a escola de valores - permite que as crianças aprendam a partilhar e a viver a solidariedade. É também um dia que liga a família e a escola - permite a celebração do valor da familia e a aproximação entre os pais e a escola", lê-se no sítio oficial da associação.  Entre abraços, carinhos e danças, as nossas crianças comemoraram o dia através de atividades lúdicas, educativas e solidárias.  [ALBUM:20]    

Ver Mais
19 Nov
o-pouco-que-se-possa-fazer-pode-ajudar-a-fazer-a-diferenca

"O pouco que se possa fazer pode ajudar a fazer a diferença"

A Santa Casa da Misericórdia de Barcelos apresentou, na sexta-feira, dia 15 de novembro, o resultado do projeto-piloto “Mentes Ativas”. O projeto, direcionado para doentes com demência ou com défice cognitivo de ligeiro a moderado, teve como principal objetivo diminuir os períodos de confusão mental dos utentes com estes diagnósticos, ajudando, assim, a orientar para a realidade. Desenvolvido no Lar Santo André entre janeiro e julho do corrente ano, o projeto “Mentes Ativas” foi implementado pelo Serviço de Psicologia, com o apoio da equipa de auxiliares de geriatria do lar, em várias fases e através de diferentes atividades. “Nós começámos com uma avaliação inicial, que é uma avaliação individual. Aplicámos um instrumento cognitivo a cada um dos utentes participantes e depois, durantes seis meses, fizemos as chamadas atividades de intervenção, que consistiam em sessões de estimulação cognitiva em grupo”, explicou a psicóloga, Sofia Miranda. Além das sessões de estimulação, foram também usadas técnicas e materiais que ajudaram os utentes a orientar-se para a realidade: “Modificámos também o ambiente, com a implementação de sinalética, calendários, relógios e todo um conjunto de materiais que pudessem ajudar estes utentes a orientar-se melhor, quer na pessoa, quer no espaço e no tempo”, acrescentou a psicóloga. O resultado do projeto foi positivo, com o aumento de três pontos no teste cognitivo realizado em julho, “o que nos dá uma indicação que houve uma melhoria em termos de funcionalidade cognitiva no geral”, concluiu.   Mentes Ativas: a realidade das demências   Na conferência, a médica especialista em medicina interna da instituição, Joana Abreu, explicou que “a demência é uma deterioração que o nosso cérebro vai desenvolvendo ao longo do tempo e que nos vai fazer perder funções que tínhamos adquirido”. Apesar de a demência ser “o envelhecimento natural do cérebro” e de não ser possível “prever como este se vai comportar ao longo do tempo”, é possível retardar a doença, explicou a médica, na sua intervenção. O provedor da Misericórdia de Barcelos, Nuno Reis, felicitou o grupou pelo sucesso na implementação deste projeto e enalteceu a importância do trabalho em equipa no cuidado ao utente: “Queremos que os cuidados que prestamos a nível dos nossos lares sejam cuidados personalizados, como se fosse o nosso familiar mais querido a ser tratado por nós e, nessa perspectiva, a preocupação da Mesa Administrativa é criar condições para que o grupo dentro de cada um dos lares funcione melhor”. “É importante que cada um de nós perceba que o pouco que possa fazer pode ajudar a fazer a diferença e, independentemente daquilo que possam ser algumas diferenças que sabemos que existem, há algo que nos une e o que nos une, neste momento, é uma coisa chamada Santa Casa e o serviço que a Santa Casa deve proporcionar àqueles que mais precisam”, concluiu o provedor, Nuno Reis. No final, as colaboradoras que participaram na implementação do projeto receberam um diploma de reconhecimento, perante uma plateia composta por utentes e técnicos da instituição, familiares e elementos da Mesa Administrativa.   [ALBUM:18]

Ver Mais
16 Nov
igreja-da-misericordia-reabre-com-outra-dignidade-e-esplendor

Igreja da Misericórdia reabre “com outra dignidade e esplendor"

Reabriu, este sábado, a Igreja da Misericórdia de Barcelos. Construído no século XVI, o templo foi, nos últimos meses, alvo de uma intervenção profunda, que permitiu restaurar os elementos existentes – entre pavimento, telhado e paredes –, mas também descobrir novos elementos, num investimento a rondar os 150 mil euros. O trabalho de reabilitação contou com acompanhamento técnico da Arquidiocese de Braga e da Universidade do Minho. A intervenção começou em março deste ano, pela fachada principal, e, a partir de julho, não mais se tornou possível compatibilizar a obra com o normal funcionamento da Igreja. A intervenção acabou por ir além da substituição de todo o telhado e dos trabalhos de restauro em toda a Capela-Mor. Mais concretamente, foram ainda intervencionados o arco-cruzeiro, altares de Santo António, de Nossa Senhora da Conceição e do Senhora da Cana Verde, sanefas, arco-cruzeiro, púlpitos, quadros e pavimento. “Este Templo precisava de nós e tínhamos a obrigação de o tornar mais acolhedor, restituindo-lhe a sua beleza original. Apostar na conservação permite evitar, no futuro, investimentos maiores em restauro e reabilitação. E a história recente desta Igreja é exemplo paradigmático disso mesmo”, sublinhou, no final, o provedor da Misericórdia de Barcelos, Nuno Reis. O provedor da instituição reforçou ainda: “Para uma Misericórdia como a nossa, o culto religioso católico não deixaria de ser feito mesmo que a condição desta igreja se continuasse a degradar a ponto de o não permitir. Mas esta Igreja há muito que deixou de ser apenas Património de uma instituição. Ela é de toda uma comunidade. Basta ver quem a frequenta e com que devoção, para se perceber que os fiéis são de toda a região”. Além da recuperação de um património declarado de Interesse Público Municipal, esta intervenção permitiu melhorar as condições para uso litúrgico pela Comunidade. Na homília, o Arcebispo de Braga e Primaz das Espanhas, D. Jorge Ortiga, destacou “a qualidade que foi colocada” na intervenção e que permite agora “louvar o Senhor com outra dignidade e com outro esplendor”. D. Jorge Ortiga apelou ainda a um compromisso social – “sempre mais e melhor pelo bem-estar da população” – e reforçou o “caminho que temos de percorrer: o caminho e a vivência concreta das Obras de Misericórdia”. Num “dia alegre como este”, marcaram presença Irmãos, colaboradores e utentes da Misericórdia de Barcelos, bem como o presidente da União das Misericórdias Portuguesas, Manuel de Lemos. [ALBUM:17]

Ver Mais
12 Nov
convocatoria-assembleia-geral

Convocatória Assembleia Geral

Ver Mais
05 Nov
misericordia-em-momentos

Misericórdia em Momentos

No princípio do mês de outubro, no Infantário Rainha Santa Isabel, assinalou-se o Dia do Animal, com a visita da coelha Zezinha. Já na Creche As Formiguinhas (CAF), também no princípio de outubro, realizou-se uma desfolhada, para os mais pequenos conhecerem práticas e tradições de outrora. No Dia da Alimentação (16 de outubro), realizou-se, também no CAF, uma atividade organizada pelo serviço de Nutrição, com a participação das crianças e com pessoas idosas da nossa instituição. Todos provaram um delicioso batido de frutas e, no final, as crianças ofereceram um quadro aos idosos, para assinalar este dia. E, para comemorar o Dia do Pão (16 de outubro), um pai, padeiro de profissão, foi ajudar a confecionar um saboroso pão. Outubro terminou, no CAF, com a celebração do Halloween. No mês associado à Pessoa Idosa, os nossos idosos saborearam o melhor da gastronomia tradicional minhota, com o sarrabulho típico de Ponte de Lima. E apreciaram ainda a produção da Quinta do Balão, em Moure. Os utentes do Lar Nossa Senhora da Misericórdia visitaram ainda a Expo Barcelos, mostra de atividades económicas, que vai na 8.ª edição e decorreu, entre 11 e 13 de outubro, no Estádio Cidade de Barcelos.   _______________    - Dia do Animal no Infantário Rainha Santa Isabel -        - Desfolhada na Creche As Formiguinhas (CAF) -         - Atividade intergeracional para assinalar o Dia da Alimentação -       - Dia do Pão no CAF -        - Celebração do Halloween -     - Idosos saborearam o melhor da gastronomia tradicional minhota, com o sarrabulho típico de Ponte de Lima -     - Área das Pessoas Idosas visitou a Quinta do Balão, em Moure -     - Utentes do Lar Nossa Senhora da Misericórdia visitaram a Expo Barcelos -

Ver Mais
30 Out
saborear-a-chegada-e-importante-viver-o-caminho-e-a-verdadeira-meta

“Saborear a chegada é importante, viver o Caminho é a verdadeira meta"

Cerca de cinquenta pessoas, dos 20 aos 72 anos – entre Irmãos, colaboradores, familiares e mesários da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos – chegaram, sábado passado, a Santiago de Compostela. “Uma Misericórdia de Fé – Caminhos de Santiago por etapas” foi a iniciativa, inserida no programa comemorativo do 519.º aniversário da instituição”, que, desde junho, mobilizou a instituição, numa cami­nhada de renovação, transformação e Fé.   São diferentes as motivações e muitos os que, desde o início do século IX, percorrem os caminhos, rumo a Santiago de Com­postela, à Catedral onde são veneradas as relíquias do Após­tolo Santiago o Maior. “O que me motivou a participar nesta atividade foi a Fé, o convívio e verificar a minha superação”, conta Manuela Dantas, vice-provedora da Misericórdia de Barcelos e também uma das participantes que, este sábado, concluirá as oito etapas da iniciativa. “Quem faz os Caminhos de Santiago tem que saber que a Fé supera todo o obstáculo que surge. Temos que estar preparados para etapas mais agradáveis e outras mais complicadas”, considera ainda, partilhando uma das ‘aprendizagens' do Caminho. Já Paulo Silva é um dos participantes mais experientes do grupo. Desde 2012 que faz, anualmente, um caminho de Santiago, com maior frequência para o Caminho Português Central. “Depois de percorridos alguns milhares de quilómetros, o que me motiva age com tanta intensidade, que não só me move em direção a Santiago de Compostela, mas também me faz nunca esquecer da caminhada diária, contribuindo para aumentar o desejo de, um dia, fazê-la novamente”, partilha o colaborador da Santa Casa, na área da Informática, para, logo depois, completar: “Para além de ser um desafio que me faz querer estar perto da sua história e tudo que envolve a experiência”. Cláudia Faria, também colaboradora da instituição, conta que relatos de amigos, conhecidos e a própria comunicação social fizeram com que lhe despertasse “uma vontade de um dia experienciar esta vivência de que todos falam com tanta emoção”. A possibilidade chegou, através da Misericórdia de Barcelos, e não pensou duas vezes. “Tem sido muito gratificante viver esta experiência com um leque tão variado de pessoas. Partilhar lições de hu­mildade, alegria, companheirismo, tolerância e su­peração com quem nos acompanha, e são muitos, tem sido um enorme prazer”, sublinha a educadora de infância. “Saborear a chega­da é importante, mas viver o Caminho é a verdadeira meta”, conclui. Em linha, Maria do Céu Fernandes, colaboradora na área das Pessoas Idosas, destaca que “fazer os Caminhos de Santiago não é uma simples caminhada”. E explica: “São experiências, escolhas, desafios, motivações, curiosidades, conhecimento, partilha, percalços”, que constituem “uma experiência única e inesquecível”. No final, dirigindo-se aos participantes deste "Uma Misericórdia de Fé, pelos Caminhos de Santiago", o provedor da Misericórdia de Barcelos, Nuno Reis, enalteceu o exemplo de Fé dado por todos e fez votos de que, "também nos Caminhos da Vida, se encontre o mesmo espírito de Irmandade vivido nesta Peregrinação".   - Recorde aqui momentos das várias etapas da iniciativa “Uma Misericórdia de Fé – Caminhos de Santiago por etapas” -    Etapa 1 | 9 de junho| Barcelos - Ponte de Lima   [ALBUM:8]   Etapa 2 | 20 de julho | Ponte de Lima - Paredes de Coura   [ALBUM:9]   Etapa 3 | 27 de julho | Paredes de Coura - Valença   [ALBUM:10]   Etapa 4 | 31 de agosto | Valença - Porriño   [ALBUM:11]   Etapa 5 | 14 de setembro | Porriño - Arcade   [ALBUM:12]   Etapa 6 | Arcade - Parque Natural Ria Barosa   [ALBUM:13]   Etapa 7 | 12 de outubro | Parque Natural Ria Barosa - Padrón   [ALBUM:15]   Etapa 8 | 26 de outubro | Padrón - Santiago de Compostela   [ALBUM:16]  

Ver Mais
1
2
3
4